Facebooktwittergoogle_pluslinkedinyoutubeinstagramfoursquare

medo_fobia_pânicoA massagem terapêutica é uma grande aliada no tratamento de medo, fobia e síndrome do pânico, que costumam ser doenças de natureza psíquica que se manifestam de forma orgânica e psicossomática e interferem negativamente na vida e nos relacionamentos profissionais e pessoais.

O tratamento alternativo mais indicado é através da massagem corporal e captação emocional, pois a união dessas duas técnicas trabalha o relaxamento do corpo para que o acesso à energia emocional seja possível.

Esse acesso à energia emocional é que torna possível a captação da energia e o tratamento de doenças de natureza psíquica, neuroses, medos, fobias e suas manifestações, levando mais qualidade à vida do paciente.

Esta combinação de técnicas também costuma alcançar bons resultados no tratamento de traumas, dependência química, depressão, bulimia e obsessões, podendo levar até à cura em diversos alguns casos.

 

O medo

O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.

É também uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental (interpretação, imaginação, crença) que gera uma resposta de alerta no organismo. Esta reação inicial dispara uma resposta fisiológica no organismo que libera hormônios do estresse (adrenalina, cortisol) preparando o indivíduo para lutar ou fugir.

O medo pode se transformar em uma doença (a fobia) quando passa a comprometer as relações sociais e a causar sofrimento psicológico.

 

A Fobia

Fobia, em linguagem comum, é o temor ou aversão exagerada mediante situações, objetos, animais ou lugares.

Sob o ponto de vista clínico, no âmbito da psicopatologia, as fobias fazem parte do espectro dos transtornos de ansiedade com a característica especial de só se manifestarem em situações particulares.

São vários os tipos de fobias:

  1. Agorafobia – Medo de estar em lugares públicos concorridos, onde o indivíduo não possa retirar-se de uma forma fácil ou despercebida.
  2. Fobia Social – Medo perante situações em que a pessoa possa estar exposta a observação dos outros, ser vítima de comentários ou passar perante uma situação de humilhação em público.
  3. Fobia Simples – Medo circunscrito diante objectos ou situações concretas.

O DSM IV (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) divide as fobias simples em cinco tipos:

  • Animais (aranhas, cobras, sapos, etc.)
  • Aspectos do ambiente natural (trovoadas, terremotos, etc.)
  • Sangue injeções ou feridas
  • Situações (alturas, andar de avião, andar de elevador, etc.)
  • Outros tipos (medo de vomitar, contrair uma doença, etc.)

 

O pânico

Pânico é um sentimento acachapante de medo e ansiedade. É um medo repentino e uma ansiedade sobre eventos antecipados.

Para o ser humano, o pânico em situações que não expressam real perigo, pode ser uma doença que atrapalha o convívio social, chamada de síndrome do pânico. O “medo do pânico” pode se tornar o transtorno do pânico relacionado a outros tipos de patologia psiquiátrica como crise de ansiedade, depressão, estresse e outros.

 

Saiba mais sobre massagem terapêutica e captação emocional.

 

Fonte complementar: Wikipedia

 

 

Gostou? Compartilhe!
Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Comments are closed.